Psicóloga Adriana Fernandes » Autoconhecimento » O que é autocuidado e por que é tão necessário?

O que é autocuidado e por que é tão necessário?

Atitudes conscientes de autocuidado favorecem nossa saúde física e emocional.

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 23/09/2021 às: 11:42   |  

Autocuidado

Hoje em dia se fala muito em autocuidado, mas será que as pessoas estão conscientes da importância de cuidarmos da nossa saúde física e emocional?

O que é autocuidado?

O autocuidado é o cuidado que você tem consigo, e está ligado a atitudes que você toma em prol de si mesma visando sempre o seu desenvolvimento e bem-estar.

Vale lembrar que a maneira de colocar o autocuidado em prática deve estar de acordo com o que você deseja alcançar, ou seja, com o que é bom e faça sentido para você.

Para você ter uma ideia de como aplicar o autocuidado na sua vida, separamos seis dicas que podem lhe ajudar nessa jornada de cuidar de si mesma. Entre elas estão:

— Seu foco é emagrecer?

Que tal optar por uma reeducação alimentar com orientação de um médico ou nutricionista? Assim você passa longe dessas dietas que prometem milagres e que podem até mesmo comprometer a sua saúde.

As vantagens da reeducação alimentar é que você seleciona melhor seus alimentos, passando a se alimentar de maneira mais saudável, evitando ao máximo alimentos industrializados.

— A prática de exercícios físicos:

Já nem precisa dizer sobre a importância dos exercícios físicos na nossa vida, porém, é preciso frisar que você sempre deve optar por uma atividade física que você goste e se sinta bem fazendo.

— Mantenha contato social:

Essa coisa de se isolar totalmente não é uma boa opção. Estar com pessoas que te inspiram, e incentivem o seu crescimento é muito importante.

Ao estar com pessoas desenvolvemos habilidades importantes como a empatia, a tolerância, além de outras habilidades sociais que muito enriquece o nosso viver.

— Cuide de suas finanças:

Cuidar das finanças também é uma maneira de autocuidado que pode evitar eventuais dores de cabeça.

Ao planejar seus gastos você aprende a usar o dinheiro com sabedoria, pois lhe dá uma visão de onde ou em que momentos você pode investir, por exemplo.

-Pratique sua espiritualidade:

Seja qual for o seu conceito sobre o assunto, aqui o importante é você exercitar o que de fato acredita. Isso pode ser a prática de contemplar a natureza, meditar, ir a uma sinagoga ou igreja.

-Vá ao médico com regularidade:

Ir ao médico com frequência evita bastante a automedicação que pode ser muito prejudicial à saúde.

Autocuidado e autoestima: uma dupla que dá certo.

Não há como separar autocuidado de autoestima, afinal não há como você ter autoestima se você não aprender a cuidar de si.

A autoestima é muito importante, pois é a partir da mesma que desenvolvemos o nosso senso de valor próprio. Tais sentimentos, e atitudes são geradas em nós através de uma prática de autocuidado.

Costumo dizer que o autocuidado é o autoconhecimento na prática, pois através do mesmo temos uma maior clareza dos nossos sentimentos e comportamentos, ou seja, da nossa maneira de ser, se comportar e se relacionar. Portanto, ter uma maior consciência dos nossos sentimentos e comportamentos (Autoconhecimento) também é uma prática de autocuidado.

Autocuidado: Por que é tão necessário e as vezes difícil de praticar?

O autocuidado é uma maneira de nos proporcionar saúde e bem-estar, além de melhorar nossa autoestima e aumentar nossa autoconfiança, porém, apesar desses “ganhos” e tantos outros, há vários motivos que impede as pessoas de cuidarem mais da sua saúde física e emocional.

Entre esses vários motivos estão: A falta de conhecimento sobre si mesmas (Autoconhecimento).

Muitas pessoas não fazem o uso de uma habilidade importante na nossa vida que é a autopercepção, por isso, tem dificuldade de identificar em suas vidas o que é importante, ou o que tem valor para elas.

Outra questão que podemos ressaltar é que muitas pessoas têm uma imagem muito negativa de si mesmas (baixa-autoestima) e não conseguem ver o autocuidado como um direito.

Por vários motivos que não aprofundaremos aqui nesse artigo, essas pessoas não se sentem dignas, portanto, fica mais difícil colocar o autocuidado em prática, visto que tais pessoas não se sentem merecedoras.

Autocuidado: O que não se pode esquecer

É importante esclarecer que o autocuidado não está voltado apenas às questões estéticas. O mesmo engloba outras áreas da nossa vida como já falamos aqui nesse artigo, ou seja, quando você cuida da sua saúde emocional, quando você se respeita, ou quando, por exemplo, diz não para uma situação que está lhe trazendo algum tipo de desconforto você está colocando o autocuidado em prática.

Outro ponto importante é que ao praticar o autocuidado você deve trazer para sua rotina coisas que tem a ver com você e que você considera importante.

Quando algo se torna uma obrigação ou um fardo deixa de ser autocuidado, portanto, o melhor é incluir coisas que fazem sentido e que Irão lhe agregar valor. 

Lembrando que comprometimento, persistência e paciência são fundamentais para que as mudanças ocorram, então o mais sensato é começar por pequenas ações.

Referência de imagem:

Inverno foto criado por cookie_studio – br.freepik.com

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2021 - Psicóloga Adriana Fernandes