Psicóloga Adriana Fernandes » Pais e filhos » Resiliência :Como ajudar crianças a superar desafios?

Resiliência :Como ajudar crianças a superar desafios?

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 02/11/2020 às: 10:09   |   Atualizado: 06-11-20 às: 9:52

Resiliência é uma competência de extremo valor para o ser humano.

Resiliência

Apesar do conceito está relacionado ao quanto uma pessoa pode enfrentar e superar um obstáculo pode-se dizer que a resiliência vai mais além, pois capacita a pessoa com habilidades de flexibilidade e adaptação, e quem não necessita de algumas doses de flexibilidade para lidar com os problemas, e saber se adaptar a novas situações?

Cada vez mais conceitos como autoconhecimento, resiliência, inteligência emocional e equilíbrio emocional, nos convidam a refletir sobre a importância dos impactos que as emoções têm sobre as nossas vidas, e negligenciar esse fato, pode nos levar a uma vida não tão autêntica.

Olhar para vida de frente, aprender a lidar com as adversidades, e mais, se reinventar em meio ao caos, se faz mais do que necessário em um mundo cheio de obstáculos, e é justamente isso que a resiliência nos proporciona.

Agora pare e pense por alguns minutos. Se nós que somos adultos, já achamos difícil aprender a lidar com nossas emoções e com as adversidades que surgem durante o caminho, imagine para uma criança que está em fase de desenvolvimento, e que ainda não aprendeu a ter controle de suas emoções e muito menos condições para enfrentar os problemas da vida.

A necessidade de ensinar as crianças a lidar com suas emoções e adquirir competências que as ajude a superar os obstáculos, é de extrema importância, pois é aprendendo a lidar com as pequenas frustrações da infância, que estaremos preparando-as para enfrentar com mais determinação e assertividade à vida adulta.

Segundo Daniel Colleman, autor do livro, inteligência emocional, os pais precisam ser mais espertos para ensinar aos filhos, noções emocionais e sociais básicas, pois são essas competências que as ajudarão a lidar com a ansiedade, a frustração, e as adversidades, além de dotá-las de sentimentos positivos, fazendo-as olhar a vida por uma nova perspectiva.

A importância de desenvolver sentimentos de resiliência nas crianças é o tema principal que estaremos abordando com vocês pais, além é claro, de compartilhar algumas dicas que podem ser úteis tanto para você quanto para seus filhos.

Nesse texto você irá aprender sobre:

*O que é resiliência;

*Por que ensinar resiliência as crianças;

*Quais competências os pais devem desenvolver para ensinar resiliência aos filhos;

*O que os pais devem fazer para que os filhos desenvolvam resiliência.

 

O que é resiliência?

 

A palavra resiliência, no que se refere às relações humanas, é vista como a capacidade que uma pessoa tem de enfrentar e superar adversidades, sentimentos de ansiedade, estresse, depressão ou alguma tragédia, e ter condições de sair e de se reconstruir.

Desenvolver resiliência não é somente certificar às crianças dos seus talentos e habilidades, mas também levá-las a desenvolver capacidades que ainda não estão no seu repertório.

As crianças precisam de resiliência para  saber que podem enfrentar as adversidades com ousadia, e que é possível se refazer depois de um fracasso.

Sobre resiliência

Por que ensinar resiliência às crianças? Qual o objetivo?

 

O objetivo de ensinar resiliência as crianças, é justamente construir capacidades, e para que isso aconteça, os pais devem sempre ter como foco o ensino de competências e não apenas exterminar o mau comportamento.

Se focarem apenas  na tentativa de extinguir aqueles comportamentos que consideram inadequados, estarão perdendo a oportunidade de ensinar lições que serão úteis na vida dos seus filhos agora e quando se tornarem adultos.

Os comportamentos da criança são um meio de comunicação, então, se os comportamentos indesejáveis são o que aparecem com mais frequência, pode ser que a criança esteja tentando lhe comunicar algo, um sinal de que ela não está  sabendo lidar com determinada situação.

Quantos mais ajudarmos as crianças a desenvolverem inteligência emocional, ou seja, aprenderem a lidar de forma positiva com suas emoções, mais condições elas terão de se acalmarem quando estiverem passando por momentos de conflito.

Esse equilíbrio emocional, pode proporcionar uma vida mais prazerosa não somente para as crianças, mas para toda família.

 

Ensinar competências  requer algumas habilidades por parte dos pais, entre elas:

 

*Paciência;

*controle das próprias emoções;

*Procurar na medida do possível, ser um modelo de resiliência para os filhos;

*Focar menos em extinguir o comportamento problemático e dar atenção a ajudar a criança a construir capacidades.

Sobre resiliência

Quais competências  você percebe que seu filho precisa aprender?

 

Você já parou para observar seu filho? O que o comportamento dele está lhe dizendo? Ele tem dificuldade de compartilhar brinquedos? Não sabe esperar sua vez nas brincadeiras? Tem dificuldade de socialização? Você percebe que quando ele  está com outras crianças ele sempre procura um canto e ali fica sozinho enquanto os outros amiguinhos se divertem?

A criança se comportar de maneira inadequada, não quer dizer que a criança é má ou ruim. Significa que ela tem deficit em algumas habilidades e precisa de um adulto para ensinar a ela tais habilidades.

A maneira mais sábia de ajudar seu filho, é desenvolvendo estratégias  que o ajude a aprender a compartilhar os brinquedos, a esperar sua vez nas brincadeiras ou jogos, e como se aproximar dos amiguinhos para brincar e se divertir.

Devemos sempre olhar o comportamento como uma maneira que a criança tem de se comunicar. Assim podemos desenvolver meios mais assertivos para fortalecer as habilidades que a criança já possui, e ajudá-las a desenvolver aquelas que ainda não estão desenvolvidas. Essa responsabilidade é de nós adultos.

Vale ressaltar que ninguém domina todas as habilidades, mas as crianças podem ser mais assertivas à medida que damos a elas bons modelos, e as ajudamos a se desenvolverem.

Sobre resiliência

Como ajudar crianças a superar desafios?

 

Todo pai e mãe desejam que seus filhos sejam bem sucedidos em todas as áreas da sua vida. Ensinar as crianças a enfrentar os desafios é fundamental para uma vida mais saudável e feliz, por isso compartilhamos com vocês algumas dicas que podem ser úteis, na hora de ensinar os pequenos  a desenvolver resiliência.

 

*Cuide do seu relacionamento com seu filho;

 

O que seria cuidar desse relacionamento? É justamente oferecer segurança, proteção e tranquilidade á criança.

Quanto mais uma criança estabelece um vínculo com alguém de sua família, mais segura ela se sente para sair da sua zona de conforto e tentar coisas novas.

Construir um relacionamento saudável com seu filho é o alicerce para construir resiliência.

Sobre resiliência

*Incentive a criança

 

Ações simples podem ser muito úteis e fazer toda a diferença. A criança está tentando colocar o sapato? Você pode incentivá-la com frases do tipo: “Isso, muito bem”; “Está quase conseguindo”; “Falta pouco”.

O dever de casa está difícil, dê apoio: “ É parece que esse exercício de português está um pouco complicado, mas você vai conseguir terminá-lo”.

Incentivar é muito importante, pois dá ânimo à criança para continuar, e quando ela percebe que conseguiu, isso aumenta a sua

autoestima e autoconfiança, além de ensinar-lhe que mesmo em meio as dificuldades, podemos triunfar.

Incentivar  é uma ótima oportunidade de promover resiliência nas crianças.

 

*Ensine-a a superar obstáculos;

 

Uma boa parte da autoconfiança da criança, vem justamente da confiança que ela tem nos pais, dessa sensação de segurança que os pais transmitem a criança.

A presença dos pais é extremamente importante para que a criança aprenda a enfrentar os obstáculos.

Enfrentar os desafios da vida, ajuda as crianças a desenvolver resiliência, ou seja, a criar estratégias para se refazer depois de uma situação difícil.

Quando você ensina seu filho a superar obstáculos, você está ensinando-o sobre resiliência.

 

*Ajude-o a encontrar  a solução do problema, quando necessário;

 

Aqui é importante que os pais saibam quando devem ajudar e quando permitir que a criança resolva a situação sozinha.

Se ela dá conta de resolver, deixe que ela o faça, porém, se você perceber que está além da capacidade dela, ou que está lhe trazendo muita angústia, ofereça sua ajuda.

Quando você permite que ela resolva os pequenos problemas que vão aparecendo, que pode ser desde  resolver um conflito com um amigo, ou conversar com a professora sobre algo que a está incomodando, você está incentivando sua autonomia, autoconfiança, sua autoestima e resiliência.

 

* Promova a resiliência em você

É sempre bom os pais refletirem sobre a maneira como lidam com os desafios da vida. Quanto mais os pais desenvolvem competências para melhor lidar com suas emoções e com as adversidades da vida, ou seja, quanto mais vocês promoverem resiliência em suas vidas, melhores condições terão em ensinar tais habilidades aos seus filhos.

 

Lembre-se:

“Promover resiliência é ensinar as crianças que mesmo em meio aos desafios, é possível  encontrar alegria e significado em suas vidas, mas antes mesmo de ensiná-las, é preciso que nós adultos acreditemos verdadeiramente nisso.”

 

Veja também:

https://adrianafernandes.com.br/2020/10/22/equilibrio-emocional-como-ajudar-as-criancas-a-lidar-com-suas-emocoes/

 

Referências bibliográficas:

https://www.itcrcampinas.com.br/pdf/helio/Autoestima_conf_respons.pdf

Siegel, Daniel J. O cérebro que diz sim : como criar filhos corajosos, curiosos e resilientes / Daniel J. Siegel, Tina Payne Bryson ; tradução de Eliana Rocha. – São Paulo: Planeta do Brasil, 2019.

Siegel, Daniel J.. O cérebro que diz sim (p. 3). Planeta. Edição do Kindle.

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2020 - Psicóloga Adriana Fernandes