Psicóloga Adriana Fernandes » Pais e filhos » Equilíbrio emocional: Como ajudar as crianças a lidar com suas emoções?

Equilíbrio emocional: Como ajudar as crianças a lidar com suas emoções?

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 22/10/2020 às: 8:08   |   Atualizado: 06-11-20 às: 9:25

O equilíbrio emocional é fundamental em todos os aspectos relacionados ao funcionamento das crianças.

equilíbrio emocional

Ultimamente se fala muito da necessidade de ensinar as crianças a terem equilíbrio emocional ou da importância de adquirirem inteligência emocional, ambos os termos visam o mesmo objetivo, ensinar as crianças a ter um maior equilíbrio sobre suas emoções e aprender a utilizá-las de maneira inteligente, visando assim o seu bem-estar.

Afinal, o que significa ter equilíbrio emocional? Como os pais podem ensinar seus filhos a desenvolver competências que os ajude a ter controle sobre suas emoções?

Desenvolver equilíbrio emocional  é um processo de aprendizagem. Nenhuma criança nasce sabendo como lidar com as diversas emoções que irão experimentar ao longo do seu desenvolvimento.

O papel dos pais nesse processo é fundamental para que as crianças desenvolvam habilidades de autorregulação, tão necessárias para o seu aprendizado.

Quando uma criança não desenvolve equilíbrio emocional, todas as outras áreas da sua vida poderão ficar comprometidas.

Nesse artigo você aprenderá sobre:

*O que é equilíbrio emocional;

*Qual a importância do equilíbrio emocional para a criança;

*Quais os benefícios do equilíbrio emocional;

*Como os pais podem ajudar os filhos a desenvolver equilíbrio emocional;

*Cinco maneiras de promover o equilíbrio emocional das crianças.

Sobre equilíbrio emocional

 O que é equilíbrio emocional? Qual a sua importância para a vida da criança?

 

Ter equilíbrio emocional está relacionado a ter controle sobre suas próprias emoções e não ficar a mercê das mesmas. Por que é tão importante ensinar os pequenos desde cedo a ter controle sobre suas emoções?

A primeira coisa que os pais devem ensinar seus filhos é ter equilíbrio emocional porque  todo o sucesso que desejamos a elas, como relacionamentos sociais mais saudáveis,  sucesso  na escola, bom sono, entre outras coisas, dependerá da maneira como ela aprendeu a lidar com suas emoções .

O equilíbrio emocional é fundamental em todos os aspectos relacionados ao funcionamento das crianças.

 

Quais os benefícios que o equilíbrio emocional pode proporcionar as crianças?

 

Estimular o equilíbrio emocional é uma oportunidade que os pais têm de ensinar as crianças a enxergar as dificuldades ou até mesmo as novas experiências como um aprendizado.

Isso não significa dizer que as crianças em algum momento não irão perder o controle, ou se tornarão crianças que nunca irão desobedecer, isso é impossível, porém, podemos ensinar as mesmas a praticarem a auto-observação, ou seja, aprender a perceber o próprio comportamento, e assim encontrar meios para voltar ao equilíbrio.

 

 Ao adquirir equilíbrio emocional  as crianças:

 

*Se tornam crianças mais flexíveis e mais dispostas a arriscar-se mais;

*Utilizam-se mais da sua curiosidade e criatividade;

*Não ficam tão preocupadas com o fato de que podem cometer erros, passando a enxergar os obstáculos como uma oportunidade de aprendizado;

*Se tornam crianças menos teimosas ou rígidas, enriquecendo assim seus relacionamentos interpessoais;

*São crianças mais resilientes, o que significa com maior capacidade de sair de situações que não lhe são favoráveis;

*Permite a criança seguir em frente e enfrentar o medo, a insegurança, não ficando paralisados diante de tais sentimentos;

*A criança passa a compreender que pode ter controle sobre suas emoções, pensamentos e comportamentos.

Sobre equilíbrio emocional

Como incentivar o equilíbrio emocional nas crianças?

 

Antes de falar sobre como os pais podem incentivar o equilíbrio emocional dos pequenos, é preciso ter em mente que todo esse processo de ensino aprendizado irá depender muito da maneira como você pai e mãe se relacionam com o seu filho.

Criar um ambiente de amor, cuidado, respeito e empatia é fundamental para o equilíbrio emocional das crianças.

 

Cinco maneiras de incentivar o equilíbrio emocional nas crianças

 

*Conecte-se com seu filho

 

Conectar é interagir, é mais  que estar presente, é ser uma presença que transmita tranquilidade e segurança  à criança.

Os pais podem conectar-se aos seus filhos através de gestos de afeto, palavras de compreensão e expressões faciais amorosas, e dando apoio sempre que necessário.

É importante frisar que dar apoio não significa fazer tudo pelos filhos, pelo contrário, é estar com eles nos momentos de dificuldades, permitindo que os mesmos participem ativamente da resolução dos problemas que surgirem, justamente para que desenvolvam autonomia e autoconfiança.

Para conectar com seu filho, você também precisa conhecer mais sobre o seu temperamento, sua maneira de ser e de se comportar.

Cada criança tem uma maneira de expressar suas emoções. Há crianças mais temperamentais e, portanto podem expressar suas emoções de maneira mais intensa. Geralmente tem explosões de raiva e costumam morder, chutar e até mesmo bater.

Por outro lado, existem crianças com dificuldade de expressar suas emoções, preferindo se afastar e silenciar.

*Todas essas duas maneiras da criança se expressar pode indicar que existe um desiquilíbrio emocional, e ambas precisam do apoio do adulto para que possam  aprender a   usar suas emoções de maneira a promover o seu equilíbrio emocional.

 

*Utilize o tempo que estiverem  juntos, com sabedoria;

 

Um dos grandes desafios dos pais é tirar um tempo para estarem com os filhos, devido a várias atividades que os mesmos, tanto os pais quanto os filhos têm que cumprir durante o dia.

Sei que não é fácil, mas é importante manter um tempo de qualidade com os pequenos para lhes ensinarem lições importantes sobre eles mesmos e sobre a vida.

O que os pais devem sempre ter em mente é que podemos ensinar importantes lições às crianças no nosso cotidiano, seja  quando estiverem ajudando-os a se vestir, ou num bate-papo a caminho da escola.

*Os momentos de interação também podem se tornar ótimas oportunidades  para pais e filhos desenvolverem equilíbrio emocional.

Sobre equilíbrio emocional

*Ajude-o a lidar com suas frustrações;

 

É esperado que crianças pequenas e grandes também  tenham dificuldade em lidar com a frustração, afinal seu cérebro ainda está em desenvolvimento, e não aprendeu a ter controle sobre suas emoções.

Sempre que a criança estiver irritada ou com raiva, os pais podem abrir espaço para que elas falem sobre seus sentimentos, e aproveitar para ensinar-lhe maneiras de se acalmar.

Por isso, antes de falar ou ensinar qualquer coisa ao seu filho, é importante esperar que ele se acalme, para que depois, juntos vocês possam procurar outros meios de  resolver o problema.

Não adiante tentar ensinar algo a uma criança que está em pleno ataque de raiva, ela não irá aprender nada, nem mesmo conseguirá ouvir o que você está dizendo.

*Ensinar a criança a ter uma percepção maior sobre seus comportamentos e sentimentos estamos ensinando-as a ter equilíbrio emocional.

 

*Esteja atento as horas de sono do seu filho;

 

A privação do sono pode influenciar de forma negativa a maneira como as crianças lidam com suas emoções.

A falta de sono  causa irritabilidade, além de prejudicar o processo de aprendizagem das crianças.

Cada vez mais as crianças estão dormindo menos por várias razões. Os pais devem sempre ficar atentos a essas questões.

O sono é a higiene do cérebro. É essencial para um cérebro e um corpo equilibrados.

A Academia  de Medicina do Sono, cujas orientações foram endossadas pela Academia Americana de Pediatria, recomendam as seguintes quantidades de sono para cada faixa etária:

 

*Idades 4-12 meses  12-16  horas (incluindo as sonecas)

                   1-2 anos        11-14  horas (incluindo as sonecas)

                   3-5 anos         10-13 horas (incluindo as sonecas)

                   6-12 anos        2-12 horas

                    13-18 anos      8-10 horas

Observação: São apenas sugestões. Cada criança é diferente, portanto, as necessidades de cada uma também.

fonte: ( Livro o Cérebro que diz Sim)

*Boas horas de sono favorece o equilíbrio emocional das crianças.

Sobre equilíbrio emocional

*Mantenha uma agenda saudável

 

Manter uma agenda saudável pode ser comparado quando você procura manter no seu cardápio apenas alimentos de valores nutritivos, de modo a eliminar certos  alimentos que não são saudáveis e que prejudicam sua saúde física.

Ao manter uma agenda saudável, os pais evitam sobrecarregar os pequenos com atividades que podem deixá-los cansados e até mesmo estressados.

É preciso saber dividir o tempo das crianças, isso incluindo o tempo para as brincadeiras e até mesmo um tempo para não fazer nada. Ao vivenciar situações de tédio, as crianças também podem desenvolver sua criatividade.

Uma agenda saudável contribui para o equilíbrio emocional das crianças.

 

*Estabeleça regras e limites claros

 

As regras e limites não devem ser utilizados apenas naqueles momentos em que se para tudo para dar lições a criança dizendo o que ela deve ou não fazer.

O ideal é que as mesmas sejam inseridas no cotidiano da família, de maneira natural, à medida que você interage com o seu

filho.

As regras e limites não devem ser vistos como meio de punição, pelo contrário, devem ser utilizadas com sabedoria, como meio de prevenção e sempre visando o aprendizado da criança.

Quando estabelecidas de forma clara e consistente, podem ajudar a criança a ter um maior equilíbrio de suas emoções, pois dá a  criança a sensação de segurança, pois sabe o que é permitido e o que não é.

Orientar as crianças não significa que as mesmas farão tudo o que quisermos. Esse não é o objetivo, afinal, será que realmente desejamos educar crianças robôs que fazem tudo sem questionar?

Estabelecer regras e limites trará benefícios que serão colhidos a longo prazo.Paciência e persistência por parte dos adultos farão toda a diferença.

As regras e limites quando estabelecidos com coerência, clareza consistência e sabedoria favorece ajuda no equilíbrio emocional das crianças.

Regras. Qual a sua importância no desenvolvimento das crianças?

 

O papel dos pais ao promover equilíbrio emocional ás crianças

 

O papel dos pais deve sempre ser de apoio, caminhando com os filhos, dando-lhes suporte emocional e ajudando-os a resolver os problemas que surgirem, para que as crianças desenvolvam sua autonomia e independência, descobrindo cada vez mais à medida que forem crescendo e se desenvolvendo,  o seu potencial.

Os pais também podem ajudar os filhos a melhor administrar suas emoções promovendo o equilíbrio emocional em si mesmos.

É sempre importante pensar sobre a maneira como vocês lidam com as próprias emoções e quais estratégias utilizam para manter a acalma ao também ter que lidar com situações de conflito ou frustração.

Conhecer mais sobre sua maneira de ser e de se comportar é um processo de autoconhecimento que poderá ajudá-los a melhor conduzir a si mesmos e ao seus filhos, além de desenvolver seu equilíbrio emocional.

Sobre equilíbrio emocional

Lembrete aos pais:

 

Pais, vocês  sãos as pessoas mais importantes na vida dos seus filhos, e portanto, com maior potencial para ajudá-las a desenvolver equilíbrio emocional.

Sei que o processo de educação de uma criança exige muito de vocês, e  que muitas vezes se sentem sobrecarregados, cansados e muitas vezes perdidos, afinal vocês são humanos.

Na medida do possível, separe um tempo para vocês, pois para ensinar as crianças a adquirir equilíbrio emocional, vocês papais e mamães também devem estar bem emocionalmente.

Não permita que sentimentos de culpa ou a sensação de que não tem sido os “pais perfeitos” tomem conta de vocês.

Os erros sempre existirão. É impossível educar e não cometer erros no processo de educação dos filhos.

O importante é saber aprender com os erros, tirando lições preciosas dos mesmos, e seguir sempre de acordo com o seu propósito na educação dos seus filhos.

Manter seu equilíbrio emocional irá ajudar as crianças a melhor regular suas emoções.

 

“Tudo o que desejamos ensinar as crianças, bem como todo seu sucesso nas mais diversas áreas depende do seu equilíbrio emocional”.

 

 

 

Referências bibliográficas:

 

Siegel, Daniel J. O cérebro que diz sim : como criar filhos corajosos, curiosos e resilientes /O cérebro que diz sim: Equilibrado- cap.2 Daniel J. Siegel, Tina Payne Bryson ; tradução de Eliana Rocha. – São Paulo: Planeta do Brasil, 2019.

Siegel, Daniel J.. O cérebro que diz sim (p. 3). Planeta. Edição do Kindle.

 

Weber, Lídia. Eduque com carinho: para pais e filhos. Doze princípios para uma educação positiva-Princípio 8- Apresentar regras e supervisionar o comportamento. pág. 95 a 104. Princípio 9- Ser consistente. Pág 74 a 81. Curitiba. Juruá, 2012.

 

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2020 - Psicóloga Adriana Fernandes