Psicóloga Adriana Fernandes » Autoconhecimento » O Autocuidado me torna uma pessoa egoísta?

O Autocuidado me torna uma pessoa egoísta?

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 19/08/2021 às: 14:08   |   Atualizado: 27-08-21 às: 20:06

Autocuidado

Olá pessoal!

Toda segunda lá no Instagram costumo fazer um post sobre autocuidado,
a importância de cuidarmos não somente do nosso físico, mas também do nosso emocional.

Nessa segunda, fiz um post com o seguinte tema: “Cuidar de você não te torna
uma pessoa egoísta”.

Fiz esse post porque  essa é uma pergunta que costuma aparecer no meu
atendimento às mulheres, e essa frase soou para mim, como se de certa forma houvesse uma preocupação, um pensamento de que ao cuidar de “mim”, me priorizar, posso acabar de certa forma “perdendo” o outro.

Então, resolvi escrever esse artigo, para podermos entender com mais clareza
a importância do autocuidado para as nossas vidas e para as relações que
construímos.

O que é o autocuidado?

Autocuidado é o cuidado que você tem com você mesma, e isso engloba todas as áreas da sua vida, ou seja, a área emocional, física, espiritual, entre outras.
Costumo dizer que o autocuidado é uma “Chamada para ação,” em prol de você mesma.

É você investigar, descobrir e então, colocar em prática no seu cotidiano, ações que favorecem o seu bem-estar, ou seja, sua saúde física e emocional. Ressaltando serem cuidados que tem a ver com seu estilo de vida, com o que é de fato importante para você.

O autocuidado me torna uma pessoa egoísta?

Para melhor responder a essas pergunta, primeiramente vamos ver o que significa ser uma pessoa egoísta.

Segundo a definição do dicionário, uma pessoa egoísta, é aquela que pensa somente no seu bem-estar sem se preocupar com o outro.

E como o autocuidado sugere o cuidar de nós mesmas,incluindo o priorizar das nossas necessidades, isso pode de certa forma soar como algo egoísta.

O objetivo do autocuidado não é tornar as pessoas egoístas, pelo contrário, é um convite para olhar para si mesma com mais carinho, mais gentileza.

É fazer você ver a importância de estar bem consigo mesma, para que possa construir relacionamentos mais saudáveis.

“Você não perde as pessoas que ama por praticar o autocuidado”

 

Como mencionei no começo da nossa conversa, há certa preocupação, pelo menos é o que constato em meus atendimentos às mulheres, de que ao me priorizar corro o risco de me tornar uma pessoa egoísta.
Esse pensamento é curioso porque dá a impressão de que no momento em que escolhemos atender as nossas necessidades, priorizá-las, corro o risco de perder ou me afastar das pessoas importantes para mim.
A questão é que, não perdemos quem amamos por priorizar o autocuidado, por nos priorizar.
O que precisamos é ter clareza do papel que cada um de nós ocupa em uma determinada relação. Seja ela entre pais e filhos, em um ambiente de trabalho, ou em uma relação amorosa.

Quando cuido de mim, estou dando minha parcela de contribuição na construção de relacionamentos mais saudáveis.

Quando cuido de mim, estou dando minha parcela de contribuição para que essa relação seja bacana, agradável para ambos.
Se, fico na esperança de que o outro cuide de mim, e o outro fica na esperança de que o outro cuide dele, aí sim! Corremos o risco de termos uma relação de dependência emocional.
Aí sim! Corremos o risco de entrarmos em um campo onde não há companheirismo e nem compreensão, resultando em um ambiente  de muita cobrança de ambos os lados.

Quando você cuida de si você está se responsabilizando  pela sua parte, e é importante que o outro também faça o mesmo.

O autocuidado nos ensina ser possível nos priorizar, cuidar de nós, cuidando também do outro. 

Quando temos consciência disso, a nossa vida começa a passar por mudanças, e não  somente isso, nós passamos a, de certa forma, ser um incentivo para que as pessoas que nos cercam, que fazem parte da nossa vida, façam o mesmo por elas.

Portanto, não abra mão do autocuidado na sua vida, e incentive as pessoas a fazerem o mesmo. Todos nós só temos a ganhar quando nos responsabilizamos pela parte que nos cabe.

Um grande beijo, e até a próxima!

 

Referência de imagem:

Pessoas foto criado por wayhomestudio – br.freepik.com

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2021 - Psicóloga Adriana Fernandes