Psicóloga Adriana Fernandes » Autoconhecimento » Cinco maneiras de lidar com a insegurança

Cinco maneiras de lidar com a insegurança

A insegurança não me impede apenas de prosseguir.Ela me impede de viver.

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 24/07/2021 às: 12:17   |  

Insegurança

Insegurança é um sentimento que nos impede de realizar muitas coisas não é mesmo? o que você já deixou de fazer devido a insegurança ter falado mais alto?

Quantas coisas você deixou de conquistar ou de aprender devido a insegurança não ter deixado você dar o primeiro passo?

Ouço diversas histórias por parte de muitas mulheres no consultório, e o que percebo é que a insegurança está presente na maioria dessas histórias e tem paralisado a vida de muitas mulheres.

O que precisamos entender é que em algum momento da vida podemos sim, nos sentirmos inseguras, porém o que não podemos é deixar que a insegurança impeça de seguirmos lutando por nossos ideias.

Nós mulheres precisamos aprender a identificar em que áreas a insegurança está presente em nossa vida e como podemos lidar com ela, ao invés de simplesmente nos rotularmos como inseguras.

A seguir, falaremos com mais detalhes sobre Algumas maneiras que podem ajudar a nós mulheres a melhor lidar com a insegurança.

Cinco maneiras de lidar com a insegurança

Para melhor lidar com a insegurança precisamos ter atitudes, e para ajudá-la a como melhor lidar com a insegurança, separamos Cinco atitudes que podem lhe ajudar nesse processo de se tornar uma mulher um pouco mais segura a cada dia.

Identifique em que áreas da sua vida a insegurança está presente

Não basta sabermos que somos inseguras. É preciso olhar para si mesma, para sua maneira de ser, de se comportar e se relacionar. E a partir daí, identificar em que áreas da sua vida, a insegurança está presente, e pode estar lhe trazendo alguns prejuízos.

Quando você presta atenção no seu comportamento e identifica em que áreas a insegurança está presente, você tem melhores condições de trabalhar esse comportamento específico, por outro lado, se você generaliza a sua insegurança e a leva para todas as áreas da vida, você corre o risco de se perder completamente, além de não conseguir identificar as áreas da sua vida em que a insegurança está presente.

Não caia nesse pensamento de que você é insegura em todas as áreas da sua vida. Alguma coisa por menor que seja, você faz com segurança, talvez você não tenha parado para perceber isso.

Questione seus pensamentos e crenças

Pensamentos não são verdades absolutas. Quando tiver um pensamento negativo, primeiramente questione esse pensamento e veja se ele condiz com a realidade. Muitas vezes, determinados pensamentos tomam conta da nossa mente e é só ele “assoprar” algumas palavras que já temos esse pensamento como verdade absoluta.

Muitos dos nossos pensamentos vem de algumas crenças que desenvolvemos durante a vida. Muitos até foram desenvolvidos na nossa infância e acreditamos que são nossos, mas muitas vezes, não passam de falas de outras pessoas ditas a nós em algum momento da vida.

Quantos pensamentos relacionados à sua pessoa que na verdade foram palavras ditas a você por outras pessoas e que você adotou para si? Pare um pouco para refletir nesse momento e comece a perceber alguns desses pensamentos que costumam invadir sua mente.

Perceba se muitos desses seus pensamentos tem a ver com algumas frases que você ouviu durante a sua infância ou adolescência, por exemplo.

Comprometa-se com o seu desenvolvimento

 

Não basta identificarmos em que área da nossa vida somos mais inseguras, é precioso estarmos dispostas a trabalhar essas áreas específicas. É preciso ação, movimento e compreender o nosso papel diante da vida para que as mudança ocorram.

É preciso entender que sem ação não há mudança. Não basta termos um pensamento positivo. É preciso agir quantas vezes for preciso para que a mudança ocorra.


 

Não desista dos seus objetivos de se tornar uma mulher menos insegura

 

Não desistir dos nossos objetivos requer outros comportamentos de nossa parte, como por exemplo, responsabilidade, dedicação, paciência, persistência e compromisso.

Vencer as barreiras da insegurança pode ser assustador no início. Dê um passo de cada vez e siga em frente.

Aprenda a celebrar cada conquista

Por mais simples que seja, desenvolva o hábito de agradecer pelas suas pequenas conquistas. Pode parecer insignificante, mas fará toda a diferença nesse processo de se sentir mais autoconfiante.

Cada passo que você está disposta a dar é um pequeno obstáculo que você supera. Esse comportamento de agir mesmo diante do medo, da incerteza e até mesmo da ansiedade precisa ser comemorado, afinal essa atitude, ou essas pequenas atitudes que tomamos frente à nossos comportamentos de insegurança nos faz ver quem realmente deve estar no controle da nossa vida, no caso, nós, e não os nossos pensamentos.

Referência de imagem:

<a href=’https://br.freepik.com/fotos/pessoas’>Pessoas foto criado por wayhomestudio – br.freepik.com</a>

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2021 - Psicóloga Adriana Fernandes