Psicóloga Adriana Fernandes » Pais e filhos » Como desenvolver a autoconfiança do meu filho?

Como desenvolver a autoconfiança do meu filho?

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 23/08/2019 às: 17:25   |   Atualizado: 16-10-20 às: 18:33

Autoconfiança é fundamental para o desenvolvimento emocional da criança.

Quanto mais uma pessoa compreende o seu valor e reconhece suas capacidades, maior será sua autoestima e autoconfiança.

Ser confiante está relacionado a capacidade da criança em lidar com desafios, fazer amizades, explorar ambientes novos, entre outros.

Quanto mais uma criança confia em si mesma, maior facilidade  encontrará de expressar suas opiniões, fazer escolhas seguras, superar obstáculos e  desenvolver suas habilidades sociais.

Os pais, são os modelos em que as crianças costumam se espelhar. Por isso, é extremamente importante que os pais criem condições para que a criança desenvolva a sua autoconfiança.

Quando a criança tem a liberdade de brincar, expressar seus sentimentos, ou seja, ser quem ela é, mais amada ela se sente, e portanto mais autoconfiante.

A autoconfiança da criança vem da confiança que ela tem nos pais, e na certeza de que é amada independente do seu comportamento.

 

Doze maneiras de você desenvolver a autoconfiança do seu filho:

 

 

 1-Não superproteja seu filho.

 

Por que a superproteção é tão perigosa? justamente porque ela passa uma mensagem para as crianças de que as mesmas não são capazes, o que pode diminuir com o passar dos anos a sua autoconfiança.

Crianças superprotegidas podem se tornar crianças frágeis, que tem medo de ousar, de experimentar novos desafios.

*https://quais-as-consequencias-da-superprotecao/

 

2- Permita que seu filho desenvolva autoconfiança nas pequenas ações do cotidiano.

 

Não existe um momento especial ou uma situação “oportuna” para desenvolver a a autoconfiança da criança.

É no dia a dia que os pais e cuidadores devem estimular a autonomia dos pequenos. Seja em casa ajudando nas tarefas do lar, aprendendo a amarrar o cadarço do sapato ou brincando no parque.

 

3 -Respeite as etapas de desenvolvimento do seu filho.

 

Cada criança tem seu tempo de desenvolvimento. É preciso respeitar isso. Não é porque a criança completou certa idade

que ela já está pronta para realizar determinadas tarefas, ou já tem maturidade suficiente para assumir certas responsabilidades.

O processo da autonomia precisa ser desenvolvido  a cada dia respeitando os limites da criança.

 

4 -Prepare um ambiente seguro para que a criança possa realizar alguma atividade.

 

O brincar vai além de uma atividade lúdica. É parte fundamental do desenvolvimento da criança.

Seja brincando no parque com os amigos, montando castelos de areia na praia, brincando de queimada, ou até mesmo de casinha. Ali elas estão aprendendo sobre regras sociais, estão desenvolvendo sua autoestima e  autoconfiança.

O brincar trabalha a criatividade, a interação com outras  crianças e o desenvolvimento da empatia.

5- Não faça atividades que seu filho tenha condições de realizar sozinho

 

Quando você faz as atividades que seu filho já dá conta de fazer sem seu auxílio você está prejudicando o desenvolvimento da autoconfiança do seu pequeno.

Ele já dá conta de comer sozinho? Deixe que ele o faça mesmo que se lambuze um pouco. Sei que nessa fase é complicado ver os pequenos se lambuzando e espalhando comida pra todo lado, porém, é importante que os pais tenham paciência nessa fase, pois  é primordial no desenvolvimento da independência e autoconfiança do seu filho.

 

6- Incentive seu filho a realizar atividades motoras

 

Correr, subir escadas, jogar bola, andar a cavalo, andar de patins, skate, entre outras.

Atividades motoras que ajudam e muito  a trabalhar a autoconfiança nos pequenos.

 

7- Ensine-o a falar sobre seus próprios sentimentos

 

É importante que os pais desenvolvam uma escuta empática para que a criança se sinta à vontade em expressar seus sentimentos.

Quanto mais os pais dão espaço para os filhos expressarem seus sentimentos, mais próximos eles se sentem dos pais.

O desenvolvimento da autoconfiança também vem da certeza  que a criança sente ao saber que é acolhida pelos pais.

 

* https://adrianafernandes.com.br/2020/07/03/como-lidar-com-os-comportamentos-de-birra-do-meu-filho/

 

8- Não rotule o seu filho

É preciso  evitar aos rótulos. A criança é  o que acreditamos que ela seja. Há rótulos que podem destruir a autoestima e autoconfiança  de uma criança.

 

9- Ensine a autonomia

 

Permita que a criança realize atividades . O processo da  autonomia começa com pequenas coisas, como por exemplo, guardar os brinquedos ao final das brincadeiras, comer sozinho, amarrar o cadarço do sapato.

A autonomia leva a autoconfiança. Se uma criança é bem sucedida no que realiza, pode vir a se sentir mais estimulada a repetir determinada atividade.

 

*https://adrianafernandes.com.br/2020/07/28/como-estimular-a-autonomia-das-criancas/

 

10- Ame incondicionalmente o seu filho

 

A criança precisa ter a segurança e a certeza de que tem o amor dos pais independente do seu comportamento. Os comportamentos da criança precisam ser corrigidos sem que coloquemos sua autoestima e autoconfiança em risco.

 11- Incentive-o a superar os obstáculos

 

Uma das grandes oportunidades que podemos oferecer a criança é incentivando-a explorar novos ambientes.

Muitas crianças se sentem inseguras diante de determinadas situações, e acabam recuando diante de um obstáculo.

Essa também é uma grande oportunidade para desenvolver sua autoconfiança e lhe ensinar sobre perseverança.

 

12- Estabeleça regras e limites

 

As regras servem como orientação para a criança e os limites são as linhas de proteção. Quando são estabelecidos de forma clara e constante na vida da criança, abrimos espaço para que a criança desenvolva sua autoconfiança.

 

*https://adrianafernandes.com.br/2020/02/26/regras-qual-a-sua-importancia-no-desenvolvimento-das-criancas/

 

Sete benefícios da autoconfiança:

 

1- Facilidade em expressar opinião;

2- Autonomia;

3- Maior confiança em si mesmo;

4- Determinação;

5- Aumento da autoestima;

6- Maior capacidade de superar obstáculos;

7- Habilidades sociais mais desenvolvidas.

 

Permitir que as crianças aprendam a ter mais confiança em si mesmas é dar a elas a oportunidade de se tornarem adultos mais confiantes s e com maiores condições de fazerem escolhas mais assertivas , se sentirem mais seguras ao tomar decisões com  maior  clareza,e  discriminar situações que lhe sejam favoráveis das que não são.

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2020 - Psicóloga Adriana Fernandes