Psicóloga Adriana Fernandes » Autoconhecimento » Como o autoconhecimento pode ser útil aos pais?

Como o autoconhecimento pode ser útil aos pais?

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 27/07/2018 às: 11:58   |   Atualizado: 02-10-20 às: 9:30

O autoconhecimento é de extrema importância na vida dos pais, pois permite aos mesmos refletir sobre a maneira como foram educados.

 

Autoconhecimento

 

Você se lembra da maneira como foi educado?

 

Você também já foi criança, brincou bastante, mas também fez muita “arte” não é mesmo?

Certamente se lembra das vezes em que recebeu uma bronca dos pais  por ter “quebrado” algumas regras.

Bom… Não sei como foi a sua infância, se ela teve pontos mais positivos do que negativos ou vice- versa. mas uma coisa é muito importante, Trazermos sempre à lembrança a maneira como fomos educados.

Sei que se lembrar das coisas boas é algo fácil de fazer, o que não costuma acontecer quando temos que recordar situações difíceis e até mesmo dolorosas.

Muitos até preferem nem lembrar, porém, lembrar-se de como você foi educado poderá ajuda-lo a refletir melhor

sobre sua maneira de educar e isso pode trazer muitos benefícios principalmente no seu relacionamento com os seus filhos.

 

O autoconhecimento nos faz refletir sobre a maneira como fomos criados.

 

O autoconhecimento é muito importante, pois, nos faz refletir , nos dá a possibilidade de ir em busca de uma maior compreensão sobre nós mesmos.

Quantas vezes você procurou entender o porquê de ser tão inseguro, ou explosivo demais? De perder a paciência com muita facilidade?

Quando fazemos essa busca, vamos encontrando respostas para muitas das questões que até então eram obscuras para nós.

O interessante é que ao fazermos essa busca percebemos o quanto da maneira de ser, agir e se comportar dos nossos pais estão tão presentes em nós.

Não herdamos apenas as características físicas, mas podemos também podemos ser influenciados pelo modo de ser e de se comportar dos nossos pais. Seja a maneira tranquila de falar, um gesto entre tantas coisas.

 

O autoconhecimento nos faz compreender a nossa história

 

Algumas pessoas trazem grandes traumas da infância e já tem uma consciência de que tudo o que vivenciaram está influenciando de forma negativa a sua vida , como adultos.

Outros, não entendem o porquê de serem mais frios, inseguros ou até mesmo extremamente tímidos.

A questão é que, ao refletirmos sobre a maneira como fomos educados, vamos adquirindo uma maior compreensão

do modo como nos comportamos agora como adultos.

Você pode estar se pensando… Tenho consciência de muita coisa vivida em minha infância e que refletiram de forma negativa na minha vida e na minha maneira de relacionar com meus filhos.

 

O autoconhecimento proporciona mudanças

 

Certamente mudar o comportamento de uma pessoa adulta é bem mais difícil se comparado ao de uma criança, pois,

o adulto tem hábitos instalados há anos.

Tais comportamentos já  fazem parte da sua vida, do seu dia a dia, porém isso não quer dizer que não seja possível uma mudança significativa.

Uma questão interessante é que os comportamentos como são aprendidos podem sim ser modificados.

O que o adulto precisará durante esse processo de mudança é de muita paciência e determinação.

 

O autoconhecimento nos desperta para o cuidado com as nossas emoções.

 

Quando conhecemos mais sobre nós mesmos, aprendemos mais sobre nossas emoções, como elas adoecem e de que maneira podemos trabalha-las.

Passamos a entender que precisamos cuidar tanto do nosso físico quanto das nossas emoções, pois, as mesmas influenciam a nossa maneira de ser e de se relacionar com o mundo.

O autoconhecimento amplia nossa visão sobre nossas emoções, pois nos permite a observar, perceber, identificar, nomear, acolher e agir.

Passamos a observar, identificar e perceber a maneira como reagimos a determinada emoção ou sentimento, é a partir daí traçarmos meios para lidar com a situação.

 

Quando cuido de mim, tenho melhores condições de cuidar do outro.

 

Isso é algo que precisamos refletir. Imagine alguém que está bastante enfermo tentar cuidar de alguém que esteja na mesma situação. Pode até se esforçar para ajudar, mas vai ser com muitas limitações.

Por isso a importância dos pais cuidarem de suas emoções e procurarem ajuda quando sentirem necessidade para tal.

Quando os pais se sentem bem emocionalmente, tem maior segurança em orientar os filhos em suas necessidades.

 

O autoconhecimento nos desperta para o autocuidado

 

Os filhos precisam ser prioridade, necessitam sim da atenção e do cuidado de vocês, mas isso não significa que vocês irão negligenciar as próprias necessidades físicas e emocionais.

Procurem tirar um tempo para vocês descansarem, conhecer novas pessoas, sair com os amigos, participar de grupos para trocar experiência com outros pais.

A vida é um aprendizado e vocês como pais estão caminhando nesse processo que pode ser muito rico tanto para vocês quanto para seus filhos.

Lembrem-se, Cuidar de você também é uma maneira de cuidar dos seus filhos.

 

 

 

https://redir.lomadee.com/v2/2760a66b1cb

 

Referências bibliográficas:

Weber, Lidia.(2012). Doze princípios para uma educação positiva-Princípio 4-Autoconhecimento,p.59

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Luzia disse:

    Excelente texto Adriana.

  2. Luciana disse:

    Amei o tema vai me ajudar muito

  3. KRIS KRISTOFERSON disse:

    Parabéns pelo texto, bem coerente. Sucesso sempre!

  4. Mauro Lúcio Alves Souza disse:

    Muito bom!

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2020 - Psicóloga Adriana Fernandes