Psicóloga Adriana Fernandes » Autoconhecimento » Amor-próprio: Como cultivá-lo?

Amor-próprio: Como cultivá-lo?

O amor-próprio é o pilar para o autoconhecimento, autoestima e autoconfiança.

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 11/06/2022 às: 9:31   |   Atualizado: 22-06-22 às: 14:34

Amor-próprio

Cultivar o amor-próprio é uma jornada de autocuidado para a vida toda. Além de desenvolver  nossa autoestima e autoconfiança, amplia o nosso autoconhecimento.

Entender como cultivar o amor-próprio pode mudar a maneira como você se relaciona consigo mesmo e com as outras pessoas.

 

O que é o amor-próprio?

 

Como o próprio nome já nos sugere, O amor-próprio é o amor que oferecemos a nós mesmos.

Não sei se você já parou para perceber, mas esse tema tem sido muito falado ultimamente. Pode até parecer clichê, mas cultivar o amor-próprio é tão importante quanto oferecer amor a outras pessoas.

Falando em oferecer amor, já parou para pensar no quanto temos facilidade em oferecer o nosso cuidado, nossa atenção e compreensão ao outro, porém quando se trata de fazermos o mesmo por nós…

A grande questão é que nos esquecemos de um importante detalhe. É somente quando aprendemos a cuidar de nós, a respeitar nossos limites, a nos tratarmos com mais carinho e gentileza, é que poderemos oferecer ao outro um amor de qualidade, ou seja, um amor que se  respeita e que também leva em consideração os desejos, anseios e necessidades do outro.

Portanto, para construirmos relacionamentos mais saudáveis, por exemplo, precisamos aprender a nos amar primeiro. E não pense você que tal atitude seja uma questão de egoísmo, pelo contrário, se amar é um ato de amor, cuidado, respeito e responsabilidade para com você e para com o outro.

 

Qual a importância de cultivar o amor em nós?

 

Quando aprendemos a cultivar o amor-próprio, ampliamos o nosso autoconhecimento, ou seja, aprendemos mais sobre nós.

Descobrimos mais  sobre a nossa maneira de ser e de se relacionar conosco e com as outras pessoas, além de fortalecer nossa autoestima e autoconfiança e despertando em nós o autocuidado.

Isso significa que também  adquiro uma maior consciência de quais são minhas reais intenções ao oferecer amor, cuidado e carinho as outras pessoas. Além de aprender a me sentir bem comigo mesmo, ver valor no que faço e me sentir mais seguro ao fazer escolhas.

Portanto, desenvolver o amor-próprio não é apenas fazer coisas boas para si, é antes de tudo, confrontar a si próprio e perceber que as mudanças que muitas vezes você tanto quer ver no outro talvez precise primeiramente começar em você.

 

Para desenvolver o amor-próprio você precisa ser sincero consigo mesmo e estar disposto a trabalhar as áreas da sua vida que precisam de mudanças.

 

É estar disposto muitas vezes a tocar nas feridas que insistimos em colocar no fundo do baú, mas que volta e meia emergem na superfície.

Cultivar o amor-próprio pode até ser um pouco trabalhoso, afinal fomos ensinados a oferecer amor aos outros, mas não a nós mesmos, mas isso não é motivo para você desanimar.

Mesmo que você tenha vivido em um ambiente em que você não se sentiu verdadeiramente amado, saiba que você pode aprender a cultivar em você o amor, o respeito e o cuidado que você não recebeu.

 

Comece a partir de hoje a se conhecer melhor. Descubra pequenas coisas que você pode fazer por si mesmo que lhe ajude no seu crescimento pessoal.

 

Ande com pessoas que acreditam e que verdadeiramente se importam com você. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para cultivar o seu amor-próprio.

Se existe algo que você não deve abrir mão é a liberdade de ser quem você é. Um ser humano com defeitos, mas também com muitas qualidades e que está disposto a evoluir sempre.

Uma boa maneira de você não se perder de si mesmo é cultivando o amor-próprio.

 

 

 

Referência de imagem:

Imagem: <a href=’https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/bom-humor’>Bom humor foto criado por wayhomestudio – br.freepik.com</a>

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2022 - Psicóloga Adriana Fernandes