Psicóloga Adriana Fernandes » Pais e filhos » Comunicação emocional com bebês

Comunicação emocional com bebês

Por Adriana Fernandes   |   Publicado: 26/07/2020 às: 11:58   |   Atualizado: 03-09-20 às: 18:44

A comunicação emocional com bebês é muito importante, pois cria um vínculo entre pais e filhos.Comunicação emocional

Estabelecer uma comunicação emocional é criar uma conexão com a criança.

É transmitir carinho, perceber sentimentos e emoções.

É interagir. Se envolver com o seu pequeno estando atento as suas necessidades físicas e emocionais.

 

 Quando o bebê começa a estabelecer uma comunicação emocional com os pais?

 

Segundo especialistas do desenvolvimento infantil l a partir dos três meses o bebê já se interessa pela interação social face à face.  É o momento dos pais estabelecerem uma comunicação emocional com o bebê.

O bebê já começa a olhar para os pais e acompanhar o olhar deles. Por isso, conversar nessa fase, fazendo caretas, imitando os sons que o bebê faz é fundamental para estabelecer com ele uma conexão emocional.

Nesse período, os pais irão gradualmente conhecendo mais sobre o seu bebê. Identificando o que lhe tranquiliza ou o que o deixa agitado.

É uma fase que passa por muitas mudanças. Aquele ser tão pequenino que dormia a maior parte do tempo começa a dar sinais que está pronto para interagir com o mundo.

 

Como manter uma comunicação emocional com o seu bebê?

 

Você tem  usado seu idioma “maternez” para se comunicar com o seu filho? Tem feito bastante uso dele?

Você pode estar se perguntando, mas o que é esse idioma “maternez” afinal? (risos).

Podemos chama-lo da sua linguagem particular de comunicação com o seu filho.

Todo pai e mãe utiliza quando vai comunicar com o seu bebê.

Pode parecer algo bobo, mas saiba que é de extrema importância. Portanto, faça caretas, sons engraçados para que seu bebê o imite e crie um vínculo emocional com você.

Segundo especialistas essas conversas imitativas com o bebê são muito importantes porque o bebê sente que os pais estão atentos e sensíveis aos seus sentimentos.

Essas interações dão início a comunicação emocional entre pais e bebês.

Quando os pais vão aprendendo a perceber os estados emocionais do bebê  e a interagir com o mesmo, estão com isso  estimulando a inteligência emocional da criança.

 

Ao manter uma comunicação emocional com o bebê os pais estão lhe ensinando duas coisas importantes:

 

*O bebê está aprendendo que suas emoções negativas fortes afetam o mundo. (O bebê chora e os pais reagem)

*O bebê está aprendendo que podem acalmar-se depois de fortes emoções.

 

O vínculo que os pais constroem com o seu bebê é um processo de aprendizado emocional, onde o bebê está aprendendo a lidar com suas emoções, tendo como modelo a interação que os pais mantêm com o ele.

O bebê passa a interiorizar cada “lição” aprendida na interação com os pais, e vai aprendendo maneiras, por exemplo, de se acalmar sozinho, o que favorece o seu desenvolvimento emocional.

Os bebês amam interagir com pessoas e necessita de todo cuidado, amor e carinho para que tenham um bom desenvolvimento físico e emocional.

 

Referências bibliográficas:

 

 

COTTMAN, J. Ph.D ; DECLAIRE, JOAN. Inteligência emocional e a arte de educar nossos filhos: como aplicar os conceitos revolucionários da inteligência emocional para uma compreensão da relação pais e filhos- Capítulo 7- Preparando emocionalmente o seu filho à medida que ele cresce.  1ª ed-Rio de Janeiro: Objetiva,2001.

 

Veja também:

Como desenvolver inteligência emocional?

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário!*

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. LEIA OS TERMOS DE USO.

  • Especialidades

  • Pais e filhos

  • Autoconhecimento

  • Projetos

  • Contato

  • Adriana Fernandes da Silva
    CRP 04/39812

     

    Tel.: |31| 9 9722-0257

     

    Rua dos Guajajaras, 880
    sala 1701
    Lourdes
    Belo Horizonte – MG

     

    ATENDIMENTO

    Quintas-feiras
    das 08:00 as 12:00 e das 13:30 as 18:00.
    Sextas-feiras
    das 14:00 as 17:00.

     

     

  • Redes sociais

  • Facebook
  • Nome
    E-mail
    Telefone
    Mensagem

    Copyright © 2017-2020 - Psicóloga Adriana Fernandes